Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Mistura Fina | As vozes de Dandara

  • Data:

Marietti Fialho e Cláudia Quadros se apresentam no Foyer Nobre do Theatro São Pedro mostrando a força do canto da mulher negra

 

O projeto Mistura Fina recebe o Duo Vozes de Dandara no próximo dia 11 de agostoquinta-feira, às 18h30min, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro. No palco, as cantoras Marietti Fialho e Cláudia Quadros estarão acompanhadas pelos músicos Alexandre Rodrigues no baixo, Zê Azemar na guitarra e Juanito Guedes na bateria. A entrada é franca.

 

O duo é uma célula do projeto “As Vozes de Dandara”, idealizado e produzido pela atriz e produtora Silvia Duarte, apresentado em 2016 no Theatro São Pedro e, posteriormente, no Teatro Renascença. Neste espetáculo musical, seis cantoras, em um grande encontro, presentearam o público com sua musicalidade, ancestralidade, feminilidade e talento, demonstrando a força da mulher negra-artista-gaúcha, personificada na figura da guerreira Dandara, um dos principais nomes da luta negra no Brasil e que teve papel fundamental na construção e no comando do quilombo dos Palmares, um dos marcos da resistência contra o regime escravocrata brasileiro.

 

Sobre as convidadas

Claudia Quadros é considerada pelos críticos como a primeira dama do samba gaúcho. Dedica-se a este gênero musical, participando com nomes como Carlos Caetano, Serginho Meriti, Moleke do Banjo, Quintal do Zeca. Em 2003, conquistou o 1° lugar no concurso de novos talentos “Domingo é Show”, promovido pela Rádio Farroupilha e Jornal Diário Gaúcho. Participa dos projetos: As Vozes de Dandara, Mulheres Negras Arte e Cultura e Resistência e Saldanha Show. Faz parte do elenco do Grupo Cultural Raízes D'África, cujo espetáculo viaja pelas cidades do RS levando a história da Cultura Negra no Estado. Realizou show comemorativo de 30 anos de carreira na Sala do Multipalco do Theatro São Pedro. 

 

Marietti Fialho começou a cantar profissionalmente na banda Motivos Óbvios, em 1991. Participou das coletâneas “Porto Reggae” e “Tri-legal do Reggae”. Também participou dos CDs “Rádio Comunitária Legal” e “Reggae às Pampas”, “Zona Norte Primeiro Passo” e “Baladas do Bom Fim” (um tributo ao cantor Nei Lisboa), marcado por sua elogiada interpretação do clássico “Telhados de Paris”. Esteve, também, na trilha sonora e na figuração do filme “Neto Perde Sua Alma”, do cineasta Tabajara Ruas. Em 2001, recebeu o Troféu Açorianos de Melhor Intérprete. No ano seguinte, foi jurada do Prêmio Açorianos de Música e do 9º Festival de Música de Porto Alegre. Em 2009, esteve no Rio de Janeiro divulgando o seu CD solo “Eu vou a Luta”. Participou dos shows da Banda Tribo de Jah (em Nova Friburgo e na Escola de Samba Tradição) e Macaé/Sana na Casa Velha. Em 2012 foi homenageada pelo projeto Sopapo Poético, sarau de poesia negra. Desde 2000, desenvolve trabalho solo, com composições autorais e parcerias.

 

Sobre o projeto Mistura Fina

Depois de passar um período sendo realizado em formato virtual - de abril de 2020 a agosto de 2021 – o projeto Mistura Fina está de volta, agora, de forma presencial, no Foyer do Theatro São Pedro, apresentando a diversidade da produção musical brasileira.  “Resistimos e, graças a Secretaria de Estado da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura e à Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás), chegamos em 2022 com a quarta edição do projeto, garantindo o encontro entre a arte e o público, motor principal do Mistura Fina”, afirma Letícia Vieira, produtora do projeto.

O projeto, este ano, conta com 30 apresentações, com uma linha curatorial ainda mais diversa, trazendo Arthur de Faria e Nanni Rios à frente da curadoria. Somando, uma forte parceira do projeto, a OVNI Acessibilidade Universal, que presta serviço desde a primeira edição e estará junto, com audiodescrição em todos os dias do evento.


Com produção e realização da Primeira Fila Produções e correalização do Theatro São Pedro, apoio da OVNI Acessibilidade Universal, assessoria de imprensa da Silvia Abreu e patrocínio da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás), o Mistura Fina exibe a pluralidade da produção musical que se destaca no cenário local e estadual do País. Iniciado em 2018, o projeto abrigou grandes expressões da música, em shows temperados com arte e alta performance artística que se exibiram no Foyer Nobre do Theatro São Pedro. 

 

Na presente edição do Mistura Fina, já se apresentaram Alma Lusitana e Jairo Klein (30/06), Andrea Cavalheiro e Michel Dorfman (07/07), Bebeto Alves (14/07), Dessa Ferreira (21/07), Gelson Oliveira (28/07), Dudu Sperb (04/08). A próxima atração é Nelson Coelho de Castro (18/08).

Siga o projeto nas redes:

@misturafinamusica

@primeirafilaproducoes

@ovniacessibilidadeuniversal          

@@teatrosaopedro

 

SERVIÇO:

DUO VOZES DE DANDARAcom Marietti Fialho e Cláudia Quadros, dentro da programação do projeto MISTURA FINA

Dia 11 de agosto de 2022, quinta-feira, a partir das 18h30min 

Foyer do Theatro São Pedro (Praça da Matriz, s/n°), Porto Alegre-RS

Gênero: Livre | Classificação etária: Livre

Entrada franca

Theatro São Pedro